3. Epidemiologia e etiologia do câncer cervical

Translated by Raquel Carvalho de Almeida

Epidemiologia

De acordo com os números de 2012 da GLOBOSCAN publicados pela Agência Internacional para Pesquisa do Câncer (International Agency for Research into Cancer- IARC) para a Organização Mundial de Saúde (OMS 2012), o carcinoma do colo uterino foi o terceiro mais comum tipo de câncer registrado em mulheres no mundo e o quarto em termos de mortes por câncer (Figura 3.1). A maior parte da morbidade (mulheres com a doença) e da mortalidade (mulheres que morrem da doença) é identificada em países com baixas condições sócio-econômicas, sem serviço de saúde estruturado e sem programa de rastreio de câncer do colo do útero organizado.  Segundo a OMS aproximadamente 70% de todos os casos são encontrados em países com rendimentos baixos a moderados. Mundialmente, houve 528.000 novos casos de câncer cervical e 266.000 mortes em 2012 (OMS 2012).

Os valores médios representam uma grande variação em incidência e mortalidade mundialmente e na Europa. (Figura 3.1 e Ferlay et al. 2013).  

Variação de incidência e mortalidade na Europa

  • Incidência e mortalidade médias, padronizadas por idade, como um todo: 13,4 e 4,9 por 100.000 mulheres respectivamente
  • O intervalo é entre 34,9 and 14,2 respectivamente na Romênia e 4,2 and 1,6 na Suiça
Figura 3.1.  Incidência e mortalidade do câncer no Mundo em 2012 (OMS)
Figura 3.2. Incidência e mortalidade pela Europa (EUCAN)

 

 
 
X