Distinção entre discariose moderada e grave

Características citológicas de alto grau da discariose (moderada) - HSIL favorecendo NIC2

Apresentação

As células são geralmente vistas em arranjos ou como células isoladas com mais citoplasma do que normalmente visto em NIC3. Os grupamentos com superposição cheios de células são menos susceptíveis de serem notificados como discariose moderada, uma vez que a relação N/C nessas células pode ser difícil de avaliação.

 

Núcleos

As características nucleares da discariose são semelhantes às descritas acima para HSIL, mas podem ser menos pronunciadas. Os núcleos podem ser hipercromáticos, normocromáticos ou hipocromáticos.

 

Citoplasma

O citoplasma será geralmente semelhante ao de uma célula intermediária, mas o diâmetro menor. Células com maior maturação, sugerindo LSIL, podem estar presentes ao lado de HSIL - indicando maturação superficial das células ou coexistindo LSIL: ver Figura 9c-7 (a-b).

 

Relação núcleo / citoplasma

A discariose moderada é geralmente relatada quando a relação NC é de aproximadamente 50% na maioria das células.

 

Figure 9c-7 (a-c). Discariose de alto grau (moderada) confirmado na histologia como NIC2

(a) Pequenas folhetos de células com características nucleares de discariose e citoplasma variando entre aproximadamente 50% e mais de 50%. Alguma maturação de superfície está presente, representando as células com uma maior relação N/C. Os núcleos são discretamente hipercromáticos
(b) Células moderadamente discarióticas similares com relação N/C variável em torno de 50%. Os núcleos são hipocromáticos neste caso.
(c) Seção histológica mostrando a maturação da NIC2 em direção à superfície do epitélio, explicando por quê células com menor relação N/C podem ser vistas na citologia em HSIL favorecendo NIC2.

 

Distinção entre HSIL (favorecendo NIC2) e LSIL

A distinção crítica é entre HSIL e LSIL. Como ambos podem estar presentes na mesma lâmina, um pouco mais frequentemente com NIC2 do que NIC3, e NIC2 é caracterizada por maturação superficial, isso às vezes pode ser difícil de definir. Um julgamento deve ser feito após a análise de toda a lâmina, com base no grau de anormalidade nuclear, bem como a relação N/C predominante. A anomalia mais grave deve ser relatada.

Além disso, deve-se ter cuidado para evitar o sobrediagnóstico de metaplasia escamosa imatura ou epitélio atrófico, com HSIL favorecendo NIC2 (discariose moderada): veja abaixo neste capítulo na seção sobre ASC-US [Ver Capítulo 10 - Dificuldades]

A dificuldade em distinguir certos casos de HSIL de LSIL (em termos de discariose leve  e moderada) é demonstrada pelas respostas recebidas para duas imagens de um questionário website circulado antes da Conferência Terminologia BSCC em 2002 (Figura 9c-8 a-b). A maioria avaliou corretamente as imagens como de alto grau (a) e de baixo grau (b), respectivamente, mas houve uma variação considerável observada entre discariose leve e moderada em ambos os casos. Deve notar-se que os núcleos são maiores em LSIL do que em HSIL, embora a relação N/C seja maior neste último.

O importante em ambos os casos é a presença de irregularidade na distribuição da cromatina e da membranas nucleares (discariose), permitindo a realização de um diagnóstico definitivo de SIL, em vez de células escamosas atípicas de significado indeterminada (ASC-US) ou não excluindo HSIL (ASC-H ). Em raras ocasiões, essas amostras podem ser relatadas como discariose de grau incerto (Denton et al., 2008) e conduzidas como alto grau (moderada).

 

Figure 9c-8 (a-b). Duas imagens de SIL da Conferência de Terminologia do BSCC 2002.

Discariose de alto grau (moderada) (NIC2 na histologia). As células com uma relação N/C elevada são misturadas com células mais maduras. Avaliações dos participantes do BSCC: 19% grave, 52% moderada, 27% leve, 2% bordeline.
(b) Discariose de baixo grau (leve) (NIC1 em histologia). As características da discariose são vistas e os núcleos são hipercromáticos e aumentados. A relação N/C relativamente baixa resulta do maior grau de maturação citoplasmática do que a observada na NIC2. Avaliações dos participantes do BSCC: 10% borderline, 43% leve, 39% moderada, 0% grave.

 

Distinção entre HSIL e LSIL

  • Núcleos tendem a ser maiores em LSIL do que HSIL;
  • A relação N/C é aumentada em HSIL em grande parte por causa do tamanho citoplasmático reduzido;
  • A maturação citoplasmática pode ser observada em algumas células em HSIL favorecendo NIC2 (LSIL pode coexistir);
  • Discariose é vista em HSIL e LSIL;
  • Em caso de dúvida, relatar como SIL de grau incerto em vez de ASC-H.

 

Aspectos citológicos da discariose grave (HSIL favorecendo NIC3)

Apresentação

As células aparecerão na preparação citológica tanto como células isoladas, como frequentemente,  em grupamentos  densos, hipercromáticos com aglomeração. De um modo geral, haverá material abundante na lâmina, mas isso nem sempre ocorre. Uma característica proeminente é que haverá células isoladas dissociando-se dos grupamentos aglomerados e vistas como células isoladas entre os grupos de células. Um exsudato polimorfo de neutrófilos está frequentemente presente.

 

Núcleo

O núcleo é geralmente (mas nem sempre) hipercromático, com cromatina grosseira, distribuída irregularmente. O núcleo apresenta bordas nucleares irregulares com uma membrana nuclear focalmente espessada. A relação N/C pode aproximar-se de 100% com apenas uma pequena quantidade de citoplasma remanescente. O tamanho da célula deve ser apenas ligeiramente aumentado e o diagnóstico depende das características nucleares e da relação N/C.

 

Citoplasma

Na maioria dos casos, o diâmetro citoplasmático é inferior a uma célula metaplásica , parabasal ou imatura; Pode ser discreto, particularmente em grupamentos hipercromáticos de células superpostas, e pode estar ausente ou citolisado. Em alguns casos, o citoplasma pode ser mais abundante, queratinizado, ou não. A LSIL e / ou a coilocitose concorrentes também podem estar presentes na lâmina, mas isso é menos frequente do que na discariose de alto grau (moderada).

 

Relação núcleo / citoplasma

Esta tende a ser mais elevada do que a descrita na discariose moderada e é normalmente superior a 50% e pode aproximar-se de 100%.

 

Figure 9c-9 (a-b). Discariose de alto grau (grave) em células isoladas confirmadas em histologia como NIC3

(a) Irregularidade das membranas nucleares e padrão de cromatina, em núcleos hipercromáticos em um fundo inflamatório. A relação N/C é bem maior que 50% na maioria das células. 
(b) A biópsia histológica mostra NIC3 com células neoplásicas envolvendo toda a espessura do epitélio.

 

 

Grupamentos hipercromáticos de células aglomeradas

Células coesas intensamente aglomeradas discarióticas são mais frequentemente vistas em NIC3 do que NIC2 porque são caracterizadas por citoplasma escasso e uma alta relação N/C. Exemplos são mostrados na Figura 9c-10 abaixo. As características nucleares da HSIL podem ser vistas em células isoladas nas margens dos grupos celulares. Os grupos hipercromáticos de células aglomeradas podem ser ignorados em exames de menor aumento, que é uma conhecida dificuldade diagnóstica.

Em alguns casos, grupamentos hipercromáticos de células aglomeradas da HSIL podem imitar neoplasia glandular (Figura 9c-11), com a qual podem coexistir. Nesses casos, as características típicas de NIGC ou adenocarcinoma devem ser procuradas noutro local da amostra.       

 

Figure 9c-10 (a-c) Grupamentos hipercromáticos de células aglomeradas - HSIL favorecendo NIC3

(a) Grupamentos hipercromáticos de células aglomeradas, com praticamente nenhum citoplasma associado. Existe variação no tamanho e forma do núcleo com algumas células dissociando-se do grupo.
(b) Núcleos hipercromáticos aglomerados na HSIL com relação N/C elevada: o núcleo ocupa bem mais de 50% da célula. Observe o tamanho deste grupo de células, que como um todo é aproximadamente o tamanho de uma célula intermediária. A natureza hipercromática dos núcleos normalmente ajuda a encontrar essas células. As células isoladas são encontradas geralmente em outra parte da lâmina.
(c) O citoplasma parece desaparecer neste grupo de células, que mostrou características nucleares da HSIL.

 

 

Figure 9c-11 (a-b). Grupamentos hipercromáticos de células aglomeradas simulando NIGC

Conjuntos coesivos de células severamente discarióticas com polarização de núcleos predominantemente redondos formando estruturas parciais semelhantes a rosetas. Não houve outras características sugerindo NIGCe o diagnóstico foi NIC3.
Conjuntos coesivos de células severamente discarióticas com polarização de núcleos predominantemente redondos formando estruturas parciais semelhantes a rosetas. Não houve outras características sugerindo NIGCe o diagnóstico foi NIC3.

 

Diagnóstico diferencial de grupamentos hipercromáticos de células aglomeradas

Como a relação N/C tende a ser alta, o diagnóstico diferencial é improvável que inclua LSIL ou HSIL favorecendo NIC2 ou discariose de alto grau (moderada). O diagnóstico diferencial inclui entidades benignas, como células endometriais, metaplasia tubo-endometrioide e células endocervicais reativas; e NIGC[Ver Capítulo 10 - Dificuldades] Este tipo de HSIL às vezes pode ser classificada como ASC-H (veja abaixo).

X