9c. Anormalidades citológicas

Translated by Sandra de Andrade Heráclio

Critérios para distinguir células normais de células anormais

Em essência, um programa de rastreio cervical depende da capacidade do citolopatogista para detectar células anormais entre as milhares de células normais em um esfregaço cervical convencional com coloração de Papanicolaou ou preparação de citologia em meio líquido usando um microscópio de luz. Com a experiência de rastreio e conhecimento sobre o processo patológico, o citolopatogista deve ser capaz de prever o resultado histológico para o paciente.

Na citologia, é muito importante aplicar estritamente os critérios morfológicos para cada célula que você está questionando. Ao fazer isso desde o início do seu treinamento, você vai desenvolver uma compreensão das variações entre benigno, displásico / discariótico (pré-neoplásico) e células malignas.

Existem dois componentes principais de uma célula, o núcleo e o citoplasma. De um modo geral, o estado do núcleo fornece informações sobre a saúde da célula e o citoplasma dá pistas sobre o tipo de célula e seu grau de maturação.

  • Um programa de rastreio cervical depende da capacidade do citologista escrutinador para detectar células displásicas / discarióticas
  • O citologista escrutinador deve ser capaz de prever o resultado histológico
  • O estado do núcleo fornece informações sobre a saúde da célula
  • O citoplasma fornece informações sobre o tipo de célula e seu grau de maturação

 

Tabela 9c-1. Critérios para se fazer um diagnóstico entre benignidade e neoplasia

Critérios de benignidade

Critérios de neoplasia

Chromatin is fine and evenly distributed

A cromatina é fina e uniformemente distribuída

Chromatin is course, clumped and unevenly distributed

A cromatina é grosseira, aglutinada e distribuída de forma desigual

Nuclear size and shape are within normal physiological limits for the level of maturation of the epithelium

O tamanho e forma dos núcleos estão dentro dos limites fisiológicos normais para o nível de maturação do epitélio

Nuclei showing size and shape variation within the same cell population

Os núcleos apresentam variação no tamanho e na forma dentro da mesma população de células

Nuclear membranes are even

As membranas nucleares são uniformes

Nuclear membranes are irregular in outline and show indentation and/or thickening due to chromatin margination and clumping

Os contornos da membrana nuclear são   irregulares e apresentam indentação e / ou espessamento devido à marginação e aglutinação da cromatina

Nuclei are normochromatic and staining intensity maintained through all cells

Os núcleos são normocromaticos e a intensidade da coloração é mantida através de todas as células.

Nuclei are usually hyperchromatic and staining varies from one group to the next.

Os núcleos são geralmente hipercromáticos e a coloração varia de um grupo para o outro.

Multinucleation can be seen but rarely (repair, reactive endocervicals)

A multinucleação pode ser observada, mas raramente (reparação, endocervicals reativos)

Multinucleation is common, reflecting rapid cell turnover

A multinucleação é comum, refletindo a rápida multiplicação celular

Nucleoli are small, even in number and even in size, but may be enlarged but regular in repair/regeneration

Os nucléolos são pequenos, iguais em número e em tamanho, mas podem ser aumentados, mas regulares em reparo / regeneração

If present, nucleoli are large, irregular and vary from nucleus to nucleus; nucleoli are more prominent in cancer than dysplasia/dyskaryosis

Se presentes, os nucléolos são grandes, irregulares e variam de núcleo para núcleo; Nucléolos são mais proeminentes no câncer que na displasia / discariose

Cells are cohesive, architecture is maintained

As células são coesas e a arquitetura é mantida

Loss of cohesiveness (cells coming away from their groups). Nuclei tend to crowd each other in sheets/clusters.

Perda de coesão (células afastando-se de seus grupos). Os núcleos tendem a superposição nos grupamentos.

Mitosis normally only occur at the basal layer so are rarely seen in a cervical smear (repair/regeneration)

Mitoses normalmente só ocorrem na camada basal, assim raramente são vistas em um esfregaço cervical (reparo / regeneração)

Mitotic figures may be seen through all the layers of the epithelium

Figuras de mitoses podem ser vistas através de todas as camadas do epitélio

 

Todas as variações mencionadas na tabela acima são indicativas da atividade anormal de mitose nas células displásicas (pré-cancerosas), que adquiriram através de mutações a capacidade de evadir os controles fisiológicos da divisão celular.

O carcinoma escamoso invasivo do colo do útero é geralmente precedido por um espectro de alterações pré-cancerosas conhecidas como neoplasia intraepitelial cervical (NIC), que se desenvolve no epitélio escamoso metaplásico da zona de transformação do colo do útero. NIC pode estar presente no colo do útero por muitos anos antes de desenvolver uma lesão invasiva; A NIC pode regredir, persistir ou progredir.

Três graus de NIC são reconhecidos com risco crescente de progressão e diminuição da probabilidade de regressão: NIC1, NIC2 e NIC3 onde NIC3 equivale a carcinoma in situ. NIC1 está intimamente associada a infecção pelo papilomavírus humano (HPV) a partir da qual não pode ser distinguida com segurança.

O adenocarcinoma do colo do útero é raro quando comparado com o carcinoma de células escamosas e pode ser precedido por neoplasia intraepitelial glandular cervical de alto grau (NIGC), o que equivale a adenocarcinoma in situ (AIS). O NIGC de baixo grau é descrito, mas raramente diagnosticado. [ver Capítulo 4 - Patogênese do câncer cervical e seus precursores]

As alterações celulares de carcinoma de células escamosas e adenocarcinoma também são observadas em NIC e NIGC e são representadas em preparações citológicas. O grau de anormalidade pode ser reconhecido como de baixo grau ou alto grau; Invasão pode ser sugerida em citologia, mas só é diagnosticada na histologia. A distinção dessas anormalidades e as alterações benignas e reativas fornece a base para o teste de Papanicolaou.

A terminologia morfológica utilizada neste capítulo está de acordo com o sistema Bethesda (TBS) (Nayar & Solomon 2004; Nayar & Wilbur 2015). As directrizes da UE recomendam que as terminologias possam ser traduzidas para o TBS (Herbert et al., 2007), o que permite a utilização do termo discariose e displasia como na terminologia do Reino Unido (Denton et al., 2008) .

 

Os critérios morfológicos utilizados neste capítulo estão em conformidade com as directrizes da UE e o sistema Bethesda para descrição da citologia cervical

 

X