Alterações atípicas e limítrofes

Definições de 'limítrofes' e 'atípicas'

Na classificação BSCC “O termo ANL (alteração nuclear limítrofe) é utilizado como uma categoria genérica quando há uma autêntica dúvida se é ou não uma alteração neoplásica.” (Denton et al. 2008).

Desde que o Sistema de Bethesda primeiramente introduziu (Kurman& Solomon 1988) a categoria "células atípicas de significado indeterminado" (ASCUS) inclui-se “células nas quais uma interpretação confiável de LIE não possa ser estabelecida, embora as células apresentem padrões mais acentuados que simples alterações reacionais”.

Assim, as definições originais daquelas palavras são bastante similares a estas para ser consideradas como sinônimas. 

Células escamosas atípicas (ASC) são agora subdivididas dentro da maioria que está contida em Lesão de Baixo Grau, definida como Células Atípicas de Significado Indeterminado (ASC-US), e a minoria as quais são de "Células Atípicas de Significado Indeterminado, não podendo excluir lesão de alto grau" (ASC-H). (Nayar & Solomon 2004).

O Sistema BSCC  define "alterações limítrofes em células escamosas, sem outras especificações (NOS)" como o mesmo ASC-US e reconhece um grupo menor de alterações limítrofes nas quais "discariose de alto-grau não pode ser excluída", as quais garantem referência imediata para a colposcopia. 

 

As palavras 'limítrofe' e 'atípica' são utilizadas quando há uma autêntica dúvida se as alterações são neoplásicas ou reativas

Enquanto  ASC-US  e alterações limítrofes são limitadas em Lesões de Baixo-Grau, uma minoria é definida como ASC-H, Lesão de Siginificado Indeterminado, não podendo excluir Lesão de Alto-Grau ou Câncer

 

ASC-US / alterações limítrofes em células escamosas, sem outras especificações (NOS)

Na maioria dos preparados citológicos, um citotecnologista experiente ou um patologista podem fazer a distinção entre uma células epitelas benigna e LIE-BG (lesão epitelial escamosa de baixo-grau) com suficiente grau de confiabilidade para produzir um laudo definitivo.

Há duas situações nas quais a categoria ASC-US se aplica:

  • Alterações citoplasmáticas sugestivas de efeito pelo HPV com alterações nucleares mínimas.
  • Preparados citológicos nos quais é claramente difícil distinguir alteração nuclear benigna, reativa ou degenerativa daquelas de uma Lesão Intra-Epitelial de Baixo-Grau (LSIL)

 

ASC-H / alterações limítrofes, não podendo excluir discariose de alto-grau.

Estes têrmos são utilizados para alterações, mesmo em muito poucas células, quando há dificuldade para distinguir alterações benignas reativas ou metaplásicas de Lesão Intra-Epitelial de Alto-Grau (HSIL), Adenocarcinoma "in situ" (AIS) ou mesmo Câncer Invasivo.

As razões mais comuns para estes problemas são a diferenciação entre 1) metaplasia escamosa imatura de Lesão de Alto-Grau/ displasia moderada/discariose, e 2) grupos de células metaplásicas ou glandulares sobreposto e hipercromáticos de Lesão de Alto-Grau (HSIL)/discariose severa ou Adenocarcinoma "in situ" (AIS). 

 

Na maioria dos preparados citológicos, um citotecnologista experiente ou um patologista podem distinguir entre células epiteliais benignas e Lesões de Baixo-Grau (LSIL), de Alto-Grau (HSIL), Adenocarcinoma "in situ" (AIS) ou Cãncer com suficiente grau de confiabilidade para emitir um laudo definitivo.

 

AGC / alterações limítrofes em células endocervicais

Células glandulares podem apresentar um particular dificuldade na citologia para 1) distinguir células endocervicais benignas de malignas, 2) distinguir células endocervicais neoplásicas (AIS) de Lesão de Alto Grau (HSIL) e 3)reconhecer alterações benignas e neoplásicas em células glandulares não-cervicais, incluindo células endometriais. 

Tabela 9b-1. Correlação simplificada do Bethesda, do Sistema do Reunio Unido e o Bethesda modificado  da Austrália para atipias/citologia limítrofe 


Células escamosas atípicas

Células glandulares atípicas

 

O Sistema Bethesda

ASC-US

ASC-H

AGC NOS

AGC favorecendo neoplasia

O Sistema do Reino Unido

Alterações limítrofes em células escamosas sem outras especificações NOS

Alterações limítrofes, não podendo excluir discariose de alto-grau

Alterações limítrofes em células endocervicais

Sistema Bethesda modificado (Australia)

Possível Lesão Intra-Epitelial de Baixo-Grau LSIL

Possível Lesão Intra-Epitelial de Alto-Grau HSIL

Células endocervicais de significado indeterminado

Células glandulares atípicas de significado indeterminado

 

ASC-US, atipias de células escamosas de significado indeterminado; ASC-H, atipias de células escamosas não podendo excluir LIE-AG (HSIL); LSIL, lesão intra-epitelial escamosa de baixo-grau (LIE-BG); HSIL, lesão intra-epitelial escamosa de alto-grau (LIE-AG); NOS, sem outras especificações (SOE).

X