7. Uso dos testes HPV no rastreio do câncer cervical

Translated by Beatriz Moreira Leite

Tecnologias que mudam radicalmente o rastreio do câncer do colo do útero

Até recentemente, a citologia exfoliativa constituía a base para o rastreio do câncer do colo do útero e, por muitos anos, com critérios definidos, constituiu-se um método eficaz de rastreio. Seu sucesso tem sido demonstrado em muitos países durante os últimos 50 anos; mas com os desenvolvimentos recentes da tecnologia para o HPV incluindo a vacinação, o rastreio do câncer do colo do útero mudou radicalmente.

 

  • Descoberta de tipos de HPV de alto risco como principal agente etiológico do câncer cervical e seus precursores
  • Desenvolvimento de vacinas contra os tipos oncogênicos mais freqüentes de HPV

 

Em países onde a cobertura da vacinação é alta, haverá redução importante da  incidência de lesões precancerosas relacionadas ao HPV e câncer. O teste primário de HPV está sendo introduzido em vários países com ou sem o co-teste da citologia e como resultado, o papel da citologia mudará substancialmente nos próximos anos. No entanto, em muitos países, o rastreio citológico com esfregaços convencionais de Papanicolaou continua a ser o teste de rastreio primário.

 

  • Em muitos países, o rastreio citológico continua a ser o teste de rastreio primário.
  • Os princípios do rastreio citológico permanecem inalterados com a incorporação dos testes de HPV e a vacinação.
  • A acurácia da citologia cervical poderia ser melhorada em amostras conhecidas como HPV-positivas e submetidas à triagem citológica.

 

A citologia cervical fornece, sem danos ao tecido subjacente, uma amostra celular de toda a zona de transformação (ZT) do colo do útero onde se desenvolvem as lesões pré-cancerosas. Quando as amostras são colhidas em meio líquido permitem que testes de HPV e outros testes moleculares possam ser realizados. O teste de HPV é freqüentemente usado para triagem de citologia atípica ou limítrofe e como teste de cura após tratamento de lesões pré-cancerosas de alto grau.A citologia cervical fornece, sem danos ao tecido subjacente, uma amostra celular de toda a zona de transformação (ZT) do colo do útero onde se desenvolvem as lesões pré-cancerosas. Quando as amostras são colhidas em meio líquido permitem que testes de HPV e outros testes moleculares possam ser realizados. O teste de HPV é freqüentemente usado para triagem de citologia atípica ou limítrofe e como teste de cura após tratamento de lesões pré-cancerosas de alto grau.

 

Embora os diagnósticos citológicos possam ser comprovados por biópsias dirigidas pela coploscopia, o diagnóstico final depende do exame histológico da ZT, quer seja por excisão da ZT ou por conização 

 

Métodos alternativos para o rastreio do câncer cervical

As diretrizes da Organização Mundial de Saúde (OMS) para o rastreio do câncer do colo do útero recomendam o rastreio citológico apenas para “os países onde já existe uma estratégia de rastreio apropriada, de alta qualidade, com citologia seguida de colposcopia", assim como "um teste de HPV ou citologia seguida de colposcopia podem ser utilizados".

Todas as outras opções incluem várias combinações de testes HPV, inspeção visual com ácido acético (IVA), colposcopia e tratamento de acordo com a triagem citológica (OMS 2013).

 

Métodos alternativos para o rastreio do câncer cervical

As diretrizes da Organização Mundial de Saúde (OMS) para o rastreio do câncer do colo do útero recomendam o rastreio citológico apenas para “os países onde já existe uma estratégia de rastreio apropriada, de alta qualidade, com citologia seguida de colposcopia", assim como "um teste de HPV ou citologia seguida de colposcopia podem ser utilizados".

Todas as outras opções incluem várias combinações de testes HPV, inspeção visual com ácido acético (IVA), colposcopia e tratamento de acordo com a triagem citológica (OMS 2013).

 

Tudo o que você precisa saber sobre o teste HPV

A triagem citológica exige cada vez mais a integração com os testes de HPV em pelo menos uma ou outra das situações abaixo. Para uma visão abrangente dos usos e desafios apresentados pelos testes de HPV, ver a revisão por Cubie & Cuschieri 2013. Para avaliar os resultados de uma meta-análise de todos os tipos de testes de HPV, ver Arbyn et al. 2012.

X